Para o meu amor

Quatro anos se passaram desde aquele bombástico dia em que trocamos tão doces palavras… Mas quanto mais o tempo passa, maior é a certeza de que quero ter você sempre perto. E como é bom ter você ao meu lado! É uma surpresa a cada dia… Sempre há uma descoberta a respeito de mim, a respeito de você e a respeito de nós. Ter você é e sempre será o meu melhor presente!
Agradeço a Deus por quem você é! Pelo seu caráter, pelo seu amor por Ele, pelos seus talentos e por sua disposição em servir o Reino. E agradeço mais ainda por Ele ter dado um jeito de cruzar nossos caminhos e nos permitir estar juntos.
Eu amo você e quero muitos mais quatro anos de namoro com você, meu eterno namorado!

Publicado em Amor, Vida real | Marcado com , , , , | 1 Comentário

Um presente

Agitação e correria foram marcas do dia de ontem. Um dia fora do comum para um sábado dito ordinário. Com a programação do noivado (sim, estou noiva e não falei disso aqui ainda), e todas as decisões sobre o casamento para tomar, nossos dias comuns se tornaram complexos.

E como de costume, minha mente pensante fica aflita de tanta coisa que surge a todo instante. São muitos detalhes e também grandes decisões. Confesso que quase não descanso. Deito para dormir e fico viajando pensando em cada coisa que eu ainda não bati o martelo juntamente com o Lila e que ainda precisamos fazer.

Depois de fazer dezenas de enfeites para o noivado, incontáveis idas ao mercado, não sei nem quantos vai-e-vem, eu parei (agora) por cinco minutos e admirei o belo presente que ganhei hoje. Era uma foto do meu pai que eu nunca havia visto.

Há alguns anos, acredito eu, que eu não sentia tamanho aperto no peito e essa saudade que eu nem sei como saiu de mim. Não é de todo uma tristeza, mas um misto de saudade e felicidade pelo presente, mas também com uma pitada de angústia por não tê-lo por perto. Na mistura sobressai uma felicidade pelo presente em si, que foi algo que eu não esperava e abrilhantou meu dia, marcando presença de uma das pessoas mais importantes da minha vida em um momento mais do que importante para mim.

Publicado em Pensamentos, Saudade, Sentimentos, Vida real | Marcado com , , | 1 Comentário

Essas fases e aquelas outras

Hoje, depois de muitos anos sem olhar fotos da minha adolescência, por acaso, acabei revendo alguns sites com fotos e conversas daquela época. Que sentimento estranho olhar para mim mesma como se fosse uma terceira pessoa. O fato é que eu realmente tive uma boa adolescência, mas, como todo mundo, nem tudo era bom.

Amizades, sonhos, sentimentos, desejos e amores. Uma mistura de tanta coisa que já não faz mais sentido algum. Muita gente entrou e saiu da minha vida, os sonhos se reorganizaram, os sentimentos se encontraram e os desejos descobriram o amor. A vida se tornou tão mais simples e tão mais real. De repente, você percebe que suas amizades verdadeiras permaneceram e seus sonhos estão se tornando realidade, enquanto sua vida amorosa já não é mais um caos e, sim, algo sólido. A gente se recusa tanto a crescer, mas no fim das contas é tão bom!

E engraçado como são as coisas! Agora é a minha vez de assistir a adolescência de alguns amigos e presenciar as mesmas coisas, os mesmos problemas e a vontade é fazer aquilo que meus amigos mais velhos sempre quiseram fazer comigo: abrir a cabeça. Mas não adianta, cada um precisa viver sua vida e descobrir sozinho o que faz bem e o que deve ser deixado de lado.

Não acredito que exista apenas uma época da vida que seja boa… Pelo contrário! Acredito que todas as fases têm seus altos e baixos, sua beleza e seu terror. Entretanto, é necessário enxergar cada uma delas para fazer com que tudo aquilo que é positivo sobressaia ao que é negativo.

Para não deixar o post sério demais, vou deixar vocês se divertirem com algumas fotos da minha adolescência. hahahaha! Enjoy!

Qualquer dia desses, eu posto mais fotos “queima-bigode” aqui. hehehehe!

Publicado em Amizade, Amor, Sentimentos, Sonhos, Vida real | Marcado com | 5 Comentários

Ressuscitando?

Eu não sei bem se posso chamar essa volta de uma ressurreição porque pode ser que eu volte a desaparecer do blog por três meses. hehehe. Mas decidi tentar voltar a escrever aqui.

Fato é que quase todos os dias me deparo com situações nas quais penso: “Vou escrever sobre isso no blog”; mas logo desisto. Não é exatamente por preguiça que isso anda acontecendo, mas por falta de tempo. Não qualquer tempo, mas sim aquele em que você senta, pensa, escreve, apaga, reescreve (ou re-escreve. No momento, estou com uma preguiça gigante de olhar no VOLP… essa nova ortografia me mata!).

Minha vida está bem diferente de três meses atrás, quando eu postei aqui pela última vez, e isso é muito bom. Foi, inclusive, essa a razão de hoje passar por aqui para deixar algumas palavras registradas. É sempre bom registrar que nossa vida se renova e que o que é nosso está sempre guardado.

Publicado em Vida real | Marcado com , , | 1 Comentário

Você – Parte 4

Eu amo você… Amo tanto que nem cabe aqui dentro… Sentimento é para sentir, vida é para viver. E o que fazer se viver for sentir e o sentimento for a vida? Tudo se mistura e eu cheiro a cor de seus olhos, vejo seu perfume em todo lugar. Sentir é viver, e a vida é nada sem você. Só de pensar na pequenez dela, minha vontade é contar os segundo ao seu lado e assim não perder seus movimentos, sua respiração. Eu preciso é decorar você para que, mesmo de olhos fechados, eu só veja você, minha explosão!

 

 

 

 

Outros capítulos dessa história de amor:

Você

Você – Parte 2

Você – Parte 3

Publicado em Sentimentos, Vida real | Marcado com , , | 5 Comentários

Feliz ano (nem tão) novo!

Eu sei que já é meio tarde para desejar um feliz ano novo, por isso, resolvi não fazê-lo. Na verdade, no sentindo mais profundo que possa existir da palavra, eu reapareci para ressuscitar o blog. Não é novidade para ninguém que eu começo e abandono blogs à torta e à direita, mas, por esse, eu me apeguei de uma forma especial. Por isso, vou logo avisando: mesmo que ele fique às moscas, não o abandonarei.

Mudando de assunto, mas nem tanto… O motivo pelo qual eu havia parado de escrever é porque inventei de trabalhar no shopping em pleno mês de dezembro. Resultado? Poucas horas dormidas, muitas hora em pé e inspiração zero.

Depois de mais de um mês livin’ la vida loca, resolvi voltar ao meu mundo real e fazer o que necessito fazer. Adios, shopping! Além do mais, eu quero mesmo é escrever e ficar na minha área mesmo. Lábia não é o meu forte, definitivamente.

Só para constar… Gastei todo meu espanhol neste texto…

E para começar bem o ano, deixo com vocês duas versões da música Walk On do U2. Uma cantada pelo Bono e, depois, uma pela Darlene Zschech com o Martin Smith do Delirious. Espero que gostem!

Publicado em Começo, Planos, Vida real | Marcado com , | 2 Comentários

Talvez

Quanto mais conheço as pessoas, mais me pergunto se existe realmente a tal da transparência que todos dizem ser essencial na vida. Quanto mais penso na forma como as pessoas tratam umas às outras, mais percebo que a transparência está longe de ser algo que as pessoas praticam e levam a sério. Quanto mais tento ser transparente, mais me dou conta de que as pessoas não estão preparadas para lidar com a transparência.

Comecei a analisar situações do meu cotidiano em que, com afinco, busco ser o mais transparente possível. Sabe quais são os resultados de tal busca? O deconforto.

Incrível como quando nossa vida é um livro aberto e nos colocamos de forma a ser o que realmente somos e a mostrar o que realmente pensamos, as pessoas não recebem isso como algo bom. A sociedade de maneira geral já aprendeu a ter um “polimento” em suas relações que não se trata de política de boa vizinha, nem de um tratado de paz, mas sim de dissimulação. Essa forma de se relacionar nos leva a viver como mascarados, escondendo nossos verdadeiros pensamentos, sentimentos e posicionamentos, tudo em troca de não lidar com o desconforto que a verdade pode trazer.

Tenho para mim que a transparência é a verdade do íntimo na sua mais pura essência. Ser verdadeiro é ser transparente. Simples assim!

O que eu não me conformo é o fato de que, durante toda a minha vida, ser verdadeira e transparente me criou muito problemas. Penso que talvez não exista um ambiente no mundo em que possamos realmente ser totalmente transparentes. Nem em casa, nem na igreja, nem no trabalho, nem com os amigos e nem em lugar algum ou com pessoa alguma, pois já existem padrões estabelecidos para as relações, e elas estão longe de ser tratadas de forma transparente.

Talvez tudo no mundo seja hipocrisia. Talvez tudo seja mentira. Talvez tudo não passe de uma crise. Talvez eu esteja falando de algo louco. Talvez eu esteja falando a verdade.

Publicado em Divagações, Pensamentos, Questionamentos, Sentimentos, Vida real | Marcado com , , , , | 5 Comentários

Diante da cruz

Deus tem ministrado muito ao meu coração sobre a cruz e o sacrifício de Jesus e uma das coisas que ele tem usado é uma música. Vou colocar o vídeo dela aqui e acho que não preciso me alongar muito no assunto porque você vai entender quando ouvi-la.

Um pouco depois de postar o conteúdo desse post, um amigo me mandou uma outra música que complementa o que está aqui.

Publicado em Deus, Inspiração | Marcado com , , | Deixe um comentário

Para lembrar sempre

É impressionante como a rotina, uma coisa tão natural, pode nos fazer esquecer coisas importantes. A gente acaba deixando de lado até o que é essencial.

Mas tem algo, que é o mais importante, e que eu quero me lembrar o tempo todo: a vida nova que recebi através de Jesus, de seu sacrifício. Imagine, ele morreu por mim! Eu queria que minha mente pudesse entender um amor desse tamanho.

Diante disso, todas as outras coisas ficam tão pequenas. Deixar de agradecer a todo momento, e simplesmente esquecer de honrar esse sacríficio é o que eu não quero fazer.

Essa lembrança me faz, mais uma vez, querer viver uma vida que honre o sacrifício de Jesus, viver como ele ensinou com sua própria vida. Ele é lindo demais, gente! Eu quero amar como ele ama. E isso a todo momento. Sem deixar que a rotina abafe o caso, que o mau humor tome conta e mande tudo por água abaixo.

E é possivel, não é?

Publicado em Amor, Cabeça, Deus, Erros, Vida real | 2 Comentários

O castelo

A construção de um castelo é complicada, exige recursos gigantescos, seja intelectual, braçal, ou financeiro. Tudo é complexo e necessita ser muito preciso para que o resultado final saia perfeito. A planta do castelo precisa ser bem pensada e muito bem planejada, a fundação necessita ser estruturada em um lugar firme, as paredes devem ser erguidas com os melhores materiais existentes, e até o último tijolo deve ser colocado precisamente. Isso tudo despende tempo e paciência. Não adianta querer um castelo da noite pro dia, ou resolver tudo de uma hora pra outra, porque assim o resultado pode não ser o desejado.

Há alguns anos, eu comecei a construir um castelo bem grande, e nele eu gastei muito do meu depósito. Nunca vi essa construção como um gasto de preciosidades que eu havia guardado e conquistado, mas sim como investimento para, um dia, desfrutar de um sonho lindo que superaria qualquer expectativa e também me tiraria de um lugar de conformismo e mediocridade.

E aqui estou eu hoje, desfrutando de muita coisa do meu castelo que, na minha planta inicial, eu pensei só construir depois de alguns anos de terminado o castelo, pois eu necessitaria de um tempo pra me recompor “financeiramente”. Porém, surpresas vêm para nos alegrar e nos fazer crer que ainda há muito mais para conquistar.

Quando vi meu castelo tão maior do que naquela planta, meus olhos brilharam de tanta alegria, e o sabor da realização é fantástico. Só que a realidade é assustadoramente mais surpreendente e maravilhosa: isso não é tudo. Existe um futuro glorioso à frente que me foi destinado muito antes de eu existir, e não é obra minha, mas Daquele que muito me amou sem que eu nada tivesse feito para merecer tamanho amor e cuidado. E é por isso, que tudo o que estiver nos limites do meu castelo vai ser Dele e para Ele, a glória, a honra e o louvor para todo sempre.

(Este é um texto que escrevi em 2008, mas que expressa bem o que tenho sentido nesses dias.)

Publicado em Deus | Marcado com , , | 2 Comentários